** N@IDS ** ALOHA **

terça-feira, 27 de novembro de 2007

Algures em Santarém 2007

Parece que ainda foi ontem que aqui cheguei… e no meio de tantos sentimentos, de tantas emoções, de tantas alegrias e algumas tristezas… já se passaram 3 anos e uns quantos meses.

Não escrevo para ninguém em particular, escrevo para todas aquelas pessoas que ainda me conseguem aturar depois de tanto tempo… e mesmo assim, ainda gostam de mim, ou pelo menos fingem bem.

A vida ensinou-me que não devemos desperdiçar certas oportunidades na vida e que se deve dizer tudo o que queremos que se saiba, e que apesar de tudo o mundo ainda é um sítio maravilhoso para se viver e que merece que se lute por ele.

Todos somos seres mortais, santos e pecadores, mas para mim cada um de vós já alcançou a imortalidade no meu coração… e não foi pelos vossos lindos olhos podem ter a certeza disso… mas porque sempre lutaram por algo, porque sempre estiveram presentes em grandes momentos, quer sejam eles bons ou menos bons, porque muita das vezes quando já nada fazia sentido… vocês lá estavam para me orientar e dar um sentido à minha vida. Imortais porque eu quero, imortais porque merecem ser lembrados e recordados de tudo o que um dia fizeram por mim… Sem muito mais para vos dizer, despeço-me com uma grande beijoca e se tiverem tempo façam-me este pequeno favor: peguem na vossa mão direita e coloquem-na no ombro esquerdo e a vossa mão esquerda no ombro direito. Já ‘tá? Agora apertem com muita força… ‘Tão a sentir? É um abraço que vos dou… o meu abraçinho, Aquele abraçinho!

Quase sem palavras para descrever toda a minha gratidão, amizade e respeito que tenho por vocês… resta-me dizer que não vos trocava pela a maior fortuna do mundo, quer dizer, depende da fortuna…, se calhar não, mas era tentador, mas não, não vos trocava.

Para não tornar isto ainda mais chato e estupidamente parvo digo-vos que o mundo é vosso!!!

Sejam felizes e queiram sempre mais…

P.S.

- Obrigado BZINHAS, por momentos de amizade e companheirismo únicos e inesquecíveis;

- Obrigado Albergaria, por tudo mas mesmo TUDO. O que seria de mim sem vocês;

- Obrigado Malta Fixe, por serem o que são hoje para mim;

- Obrigado Gente “light” e “afins”, e vocês como são mais que as mães... apenas vos digo que ‘Tão cá dentro por tudo e por nada;

- Obrigado Pensão, por grandes noites, convívio e amizade;

- Obrigado Afilhada, pela constante preocupação e carinho demonstrado;

- Obrigado Sta. Casa da Misericórdia, por seres como és... Um grande anjo meu. Talvez alguém como eu.

P.S. 2

"Nunca se deixem abater pelas despedidas:

elas são indispensáveis como preparação para o reencontro,

pois é certo que os Amigos se reencontrarão,

seja passado um tempo,

ou passado uma vida."

(Richard Bach, "Ilusões")

De mim para todos: um ADORO-VOS eterno ***** Até já! :)

4 comentários:

ASGdinho disse...

Deves pensar que te livras de mim assim tão facilmente :P

Estrelinhaman disse...

eu não sei em que lista me incluir mas acho que posso dizer, não tens de quê.

:D

tenhoumnomeesquesito disse...

a coisas que nao seagradecem...

luzinha disse...

tu sabes o valor que tens, a importancia que tens mas isto nao e uma obrigaçao por isso nao tens que agradecer.... gosti*****